Higiene e Segurança

 

A Silos de Leixões tem implementado um Plano de Segurança Interno, aprovado pela Autoridade Nacional de Protecção Civil, que engloba um Plano de Prevenção e um Plano de Emergência Interno.

De entre os acidentes de grandes dimensões que ocorrem nos silos de cereais são conhecidas as explosões de poeira, por vezes precedidas ou seguidas de incêndio, que podem ter consequências verdadeiramente devastadoras.

Foi neste contexto de risco que se elaborou o Plano de Emergência, que define uma estrutura e uma metodologia de acção, de agentes internos e externos, na resposta a um acidente de dimensões consideráveis, minimizando as suas consequências.

No entanto, é à prevenção de acidentes que devemos dar prioridade, através de comportamentos e procedimentos correctos e também da implementação de equipamentos adequados. A constante limpeza e supressão do pó das instalações, a atenta manutenção dos equipamentos, a proibição de fumar e acções de formação, são alguns exemplos das boas práticas que devem ser adoptadas na prevenção dos acidentes.

Ao longo da sua história, já se efectuaram nos Silos de Leixões 19 simulacros de acidente, nos mais variados cenários, visando testar o Plano de Emergência. Nestes simulacros participaram funcionários dos silos, utentes do silo (motoristas), diversas Corporações de Bombeiros e a Protecção Civil.

Em termos de segurança alimentar a Silos de Leixões encontra-se certificada em HACCP, desde 2009, pelo referencial Codex Alimentarius. A aplicação desta norma promove a sistematização e registo das boas práticas na movimentação e armazenagem dos granéis agro-alimentares, assim como das boas condições de operação das instalações.

Para além do cumprimento dos requisitos legais em termos de medicina do trabalho, a Silos de Leixões dispõe de um posto médico, contando com a presença regular de um médico de clínica geral e de um enfermeiro, prestando acompanhamento aos colaboradores da empresa.